segunda-feira, junho 13, 2005

A Tradução da Catarina

José Pacheco Pereira in Abrupto

"O QUE NÃO SE PODIA TRADUZIR

O Eugénio considerava este poema de Antonio Machado o exemplo da impossibilidade da tradução:"

La plaza tiene una torre
La plaza tiene una torre, la torre tiene un balcón, el balcón tiene una dama, la dama una blanca flor.
Ha pasado un caballero.
¿Quién sabe por quién pasó?
Y se ha llevado la plaza, con su torre y su balcón,con su balcón y su dama, su dama y su blanca flor.
Vou tentar
A Praça tem uma Torre
A Torre tem uma dor
A Dor tem uma Dama
A Dama uma Branca Flor
Passou um Cavaleiro
?Quem Sabe por Quem Passou?
E Se Levou a Praça com Sua Torre e Dor, com Dor e Sua Dama, Sua
Dama e Branca Flor
Tradução Livre: Catarina Miranda